Game Church: igreja leva a palavra de Chessus para quem gosta de game

[quote]Em vez de água benta e confessionário, igreja norte-americana disponibiliza telões e consoles diversos para seus fiéis.[/quote]

superimagem-megacurioso-348648541002101777_mega

[dropcap color=”#888″]E[/dropcap]Esqueça os bancos convencionais de madeira e o ambiente silencioso. Segundo panfleto da Game Church, as salas dessa igreja para gamers parecem ter saído de filmes como “Blade Runner: o Caçador de Androides” ou “O Vingador do Futuro”. Repletas de telões e consoles de video game, essa instituição religiosa dispensa sermões e leituras extensas da Bíblia para reunir cristãos que possuem os jogos eletrônicos como interesse comum.

E se engana quem acha que jogos violentos e fé cristã não podem conviver juntos. De acordo com matéria publicada pela Folha, o criador da igreja, Mike Bridge, acha perfeitamente normal que isso aconteça: “Espere, mas eu posso ser cristão e matar zumbis, ou atirar em alguém? Isso não é hipócrita? Nós somos hipócritas. Todo ser humano é. Mas os video games não são o problema”, comenta Mike Bridge.

 

gamechurchmikebridgesatgencon2012

Por enquanto, a única sede da Game Church fica na cidade de Ventura, na Califórnia, Estados Unidos. Porém, Bridges planeja expandir as atividades para o restante do país e, quem sabe, do mundo. Sobre Jesus, o entrevistado Mike Bridge foi claro: “Ele ama os gamers! Eu acredito que Jesus jogaria comigo no “World of Warcraft” se vivesse hoje”, agora eu me pergunto porque não LoL, Dota 2 ou até mesmo Minecraft já pensou que legal nunca ia acabar os pães.

Mike Bridge participou da feira de games E3 2014, onde falou sobre os jogos e também abordou assuntos como sexo, amor e vícios.

Na página oficial da Game Church, é possível constatar que a igreja foi inspirada por outra instituição religiosa nada convencional: xxxchurch, que volta seus esforços para ajudar quem estiver viciado em pornografia.

http://gamechurch.com/

Por Josi Gamer

YouTuber, Vlogueira, Retarda e viciada em LoL.

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *